Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

ASN PR 11/07/22 às 11:25 Atualização 12/07/22 às 11:29
Compartilhe

Compradores e fornecedores se reúnem em encontro sobre compras públicas no oeste do Paraná

Por ASN Paraná
ASN PR 11/07/22 às 11:25 Atualização 12/07/22 às 11:29
Compartilhe

Fomenta Paraná foi realizado em Cascavel com foco na nova Lei de Licitações e reuniu mais de 200 participantes

Com o objetivo de informar e orientar compradores e fornecedores sobre a Nova Lei de Licitações, o Sebrae Paraná reuniu, na última semana, mais de 200 pessoas que trabalham direta ou indiretamente com compras públicas na região oeste. A programação, que ocorreu na Regional Oeste do Sebrae, em Cascavel, nos dias 06 e 07, mesclou palestras transmitidas ao vivo, diretamente de Curitiba, e, também, atividades presenciais, com especialistas sobre o tema.

“Antes de realizar o evento, fizemos uma análise preliminar de quais são os principais questionamentos de compradores e fornecedores a respeito da Nova Lei de Licitações e dividimos o Fomenta em dois dias, justamente para atender a esses públicos de forma bastante personalizada”, explica o consultor do Sebrae Paraná, Adir Mattioni.

No primeiro dia (06), um dos destaques foi o depoimento de Paulo Rodrigo Coppetti, empresário de Marechal Cândido Rondon. Ele contou sobre a experiência enquanto empresário participante de processos licitatórios. Segundo ele, no início parece tudo nebuloso, mas os primeiros contratos fazem o esforço valer a pena.

“Precisa acabar com o mito de que licitações são impossíveis ou complicadas demais. Elas têm, sim, muita burocracia, mas a partir do momento em que temos orientação adequada, os processos se tornam menos difíceis. Contei muito com a ajuda do Sebrae nesse sentido e tentei várias vezes até conseguir. Agora, sei que grande parte do meu crescimento enquanto empresário, vem desses contratos”, comentou.

Depois, a programação contou com uma palestra ministrada pela consultora Miriá Cordova, que participou da implantação e adequação de melhorias dos processos licitatórios no Distrito Federal e no Sergipe. Segundo a especialista, um dos fatores principais que determina se a participação de uma empresa vai, ou não, ser bem-sucedida nas licitações, é a curiosidade e o interesse dos fornecedores em entender quais são as reais demandas dos compradores. Além disso, ela reforçou a importância de os fornecedores saberem exatamente os pormenores da Nova Lei de Licitações para saber quais partes dos processos podem estar irregulares e, a partir disso, reaver os direitos.

Durante o evento, também foram apresentados alguns projetos realizados pela cidade de Foz do Iguaçu que, através do credenciamento, possibilitou projetos como o “Costurando proteção”, que incentivou costureiras a costurarem máquinas de prevenção contra o Covid; “Foz conhecendo Foz”, que levou moradores da cidade para conhecerem os pontos turísticos locais, fortalecendo o endomarketing territorial e possibilitando que operadores de turismo conduzissem 1,3 mil viagens na cidade, mesmo durante a pandemia; além de outros exemplos como o Material Escolar e o Repara Foz. Na sequência, o procurador jurídico de Nova Cantu, Rivelino Skura, incentivou os participantes a aprofundarem os conhecimentos na Nova Lei de Licitações o quanto antes para que os próximos processos sejam mais tranquilos e alinhados.

“Quando se trata de Leis, fica muito complexo o entendimento da totalidade, mas quando estamos dispostos a participar de processos, seja como fornecedor ou comprador, precisamos entender a legislação para otimizar o andamento e os resultados. Incentivamos muito que pequenos negócios participem, principalmente pelas preferências que são possibilitadas. É uma questão de buscar orientação, estudar, compreender e se preparar para tentar”, incentivou Skura.

Já no segundo dia (07), a palestrante Gabriela Pércio abordou especialmente os pormenores da Nova Lei de Licitações. Desafios, oportunidades e possibilidades relacionadas ao desenvolvimento local foram os destaques da apresentação.

“Os principais pontos são conhecer as novas regras para habilitação, as modalidades de licitação e as peculiaridades do recurso, e entender como se prepararem para oferecer propostas coerentes com os encargos dos novos prazos contratuais”, conclui Gabriela.

Isabel Calsavara é assessora de gabinete e trabalha também com o setor de licitações de Ubiratã. A participação no Fomenta Regional, de acordo com a servidora, é parte de uma agenda integrada entre o município e o Sebrae para que haja mais assertividade nos processos.

“Temos investido em tecnologia e capacitação para que as licitações sejam mais eficientes. Além disso, estamos com um projeto de preparação de empresários de Ubiratã para que possam participar dos certames. Com o Fomenta, tirei algumas dúvidas, esclareci alguns pontos e voltarei com várias ideias do que podemos fazer para melhorar e atingir os nossos objetivos”, destacou.

Sobre o Fomenta Paraná

A iniciativa conta com o apoio do Fórum Permanente das Micro e Pequenas Empresas e Empresas de Pequeno Porte do Estado do Paraná (Fopeme), Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE/PR) e Escola de Gestão do Paraná (EGP/PR), e com a parceria do Portal de Compras Públicas e da Conlicitação. O Sebrae disponibiliza, gratuitamente, uma cartilha sobre a nova Lei de Licitações. Basta acessar o link https://bit.ly/3bZl4Fp.

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF
Aviso de Cookies

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.