Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

ASN PR 03/08/22 às 14:04
Compartilhe

Startup paranaense passará por imersão no ecossistema de inovação da Estônia

Por ASN Paraná
ASN PR 03/08/22 às 14:04
Compartilhe

A Eyhe, plataforma de acolhimento emocional, de Pato Branco, foi a vencedora de programa de internacionalização do Sebrae Paraná

Cinco startups do sudoeste do Paraná finalizaram, neste mês, o Programa Startup PR Internacionaliza Brasil – Estônia, edital exclusivo para a região. Depois de mais de dois meses de mentorias com especialistas do Estônia Hub (iniciativa privada que proporciona intercâmbio entre o país do norte europeu e startups), a Eyhe, de Pato Branco, plataforma de acolhimento emocional, teve a maior pontuação e, como prêmio, passará por imersão na capital estoniana, Talin, entre 31 de agosto e 20 de setembro.

A startup implantou alterações em sua plataforma para atender pessoas impactadas pela guerra entre Rússia e Ucrânia, em países do Leste Europeu. O objetivo é ajudá-las a enfrentar os medos e inseguranças decorrentes do conflito. O novo rumo foi tomado com apoio das mentorias do programa de internacionalização.

De acordo com Leandro Manfroi, fundador da Eyhe, a participação no programa representou um novo direcionamento empresarial.

“Estávamos totalmente focados no mercado nacional. As mentorias nos fizeram enxergar novas oportunidades. Com os testes de validação em mercados externos, acreditamos ainda mais no potencial de nosso produto no Brasil e no mundo”, conta Leandro.

“O programa nos permitiu fazer contatos com a Comitê Humanitas Brasil-Ucrânia e com Igreja Católica Ucraniana, o que resultou no projeto de grande responsabilidade e acolhimento emocional e financeiro às famílias de vítimas da guerra entre Rússia e Ucrânia”, pontua o empresário.

Representantes da Eyhe e do Sebrae Paraná na premiação do programa. Foto: Antonio Menegatti

Além de levar a plataforma o Leste Europeu, via Reino Unido, as mentorias também direcionaram os esforços da empresa para a Índia. No momento, a plataforma está sendo submetida a testes por lá.

Agenda de visitas

O consultor do Sebrae Paraná, Juliano Lima, detalha que a imersão da startup Eyhe em Talin estará sob a supervisão do Estônia Hub. Serão três semanas de visitações: na primeira, haverá apresentação do ecossistema; em seguida, agenda com parceiros estratégicos; na última semana, encontros com clientes em potencial.

“No dia 13 de setembro, direto da Estônia, o empreendedor participará, de forma remota, no Ecossistema Connexion, e poderá relatar as experiências vivenciadas para empresas, startups e o demais integrantes do ecossistema da região”, conta Lima.

Top 10

A BBA (Brazilian BioActives Extratos Naturais), de Francisco Beltrão, e a LeadFinder, de Dois Vizinhos, foram finalistas do programa e indicadas para participar do Top 10, novo programa do Sebrae Paraná para aceleração de startups na região, com mentorias especializadas.

Leonardo Garcia Velasquez, sócio da BBA, salienta o compartilhamento de experiências entre as empresas que participaram do Programa Startup PR Internacionaliza Brasil – Estônia e também das mentorias oferecidas.

“Muitas das informações que a gente adquiriu serviram para tomar decisões de maneira mais assertiva e nos fizeram pensar em novas estratégias. Estamos exportando nossos produtos para os Estados Unidos e trabalhando a entrada na Europa via Portugal. Agora, a Estônia também faz parte do nosso radar”, indica Leonardo.

Aporte de investimento

A LeadFinder, de Dois Vizinhos, que desenvolve soluções para impulsionar as vendas de micro e pequenas empresas, também foi finalista. Fernando Osmarini, sócio, comenta que a participação no programa de internacionalização chamou a atenção de potenciais investidores. Há conversas adiantadas para o recebimento de aporte financeiro e a startup aproveita as mentorias para projetar mercados externos.

“Há um caminho, pensando na internacionalização. Estamos incorporando novidades aos nossos produtos, como a opção de outras línguas. A previsão é de que tenhamos uma operação estruturada no segundo semestre de 2023. Até lá, faremos testes de aderência e identificação de novas possibilidades”, adianta Fernando Osmarini.

Além da Eyhe, BBA e LeadFinder, as empresas Smartcon, de Pato Branco, e a Azagros, de Dois Vizinhos, também integraram o Programa Startup PR Internacionaliza Brasil – Estônia.

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF
Aviso de Cookies

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.