Sebrae Acesse o Portal Sebrae
Você está na ASN

Agência Sebrae de Notícias

 Prefeito de Jacarezinho, Marcelo José Bernardelli Palhares, recebeu o prêmio este ano representando outros 10 municípios envolvidos no projeto do SRI. Crédito: Inove.
ASN PR 27/07/22 às 10:33
Compartilhe

Em 10 anos, norte pioneiro soma três prêmios nacionais de Prefeito Empreendedor, do Sebrae

Por ASN PARANÁ
ASN PR 27/07/22 às 10:33
Compartilhe

Região foi destaque com projetos voltados para o desenvolvimento sustentável, cooperativismo e governança regional

Com o troféu recebido em 2022 pelo prefeito de Jacarezinho, Marcelo José Bernardelli Palhares, o norte pioneiro do Paraná soma, em dez anos, três prêmios nacionais de Prefeito Empreendedor. A premiação, realizada pelo Sebrae, reconhece o trabalho de prefeitos e administradores regionais que implantaram projetos com resultados comprovados com foco no desenvolvimento dos pequenos negócios dos municípios.

Neste ano, Palhares representou Jacarezinho e outros 10 municípios – Santo Antônio da Platina, Cambará, Bandeirantes, Andirá, Carlópolis, Ibaiti, Joaquim Távora, Ribeirão Claro, Siqueira Campos e Wenceslau Braz – ao receber o prêmio na categoria “Governança Regional e Cooperação Intermunicipal”, na XI etapa nacional, em Brasília.

Foi um reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelo Sistema Regional de Inovação (SRI) do Norte Pioneiro do Paraná que, por meio de ações contínuas e integradas de uma rede múltipla de atores públicos e privados, tem promovido a melhoria dos processos de inovação e competitividade na economia para alavancar o desenvolvimento regional.

O primeiro troféu para a região chegou em 2012, por meio da então prefeita de Jacarezinho, Valentina Helena de Andrade Toneti, que foi campeã na categoria “Planejamento e Gestão Pública para o Desenvolvimento Sustentável”, com o projeto S.O.M.A. – com os programas Saber, Otimizar, Maximizar e Agregar – focado em gerar ocupação, renda e empreendedorismo. Em 2019, foi a vez do então prefeito de Carlópolis, Hiroshi Kubo, premiado na categoria “Pequenos Negócios no Campo”, com o projeto “Carlópolis Cooperativo”.

O consultor do Sebrae Paraná, Odemir Capello, destaca que os reconhecimentos são resultado de anos de trabalho de cooperação entre os municípios e as entidades presentes na região. “Tenho a felicidade de participar do início de todo esse trabalho desde a década de 1990”, lembra. Na avaliação dele, os prêmios mostram a revolução ocorrida no norte pioneiro a partir da cooperação. “Ninguém consegue fazer nada sozinho, precisamos juntar as expertises e os esforços para alcançar os resultados”, aponta.

O objetivo central das ações, segundo Capello, é desenvolver a região tornando-a referência em produtos diferenciados. O trabalho começou há mais de 20 anos e hoje colhe excelentes frutos, com os cafés especiais e a goiaba do norte pioneiro ganhando o mundo e indústrias de alimentos fornecendo seus produtos para todo o Brasil. “Se os prefeitos, que são os representantes das comunidades, estiverem conectados com o tema, dá para acelerar ainda mais o processo”, afirma.

Valentina Helena de Andrade Toneti, ex-prefeita de Jacarezinho, foi a primeira a receber o troféu para o Norte Pioneiro. Crédito: Divulgação.

Valentina Helena de Andrade Toneti, ex-prefeita de Jacarezinho, que conquistou o primeiro troféu para a região, se diz muito honrada em poder fazer parte dessas conquistas. “Acreditamos que, com uma visão coletiva e cooperativista, temos mais possibilidade de fazer a região crescer. O Sebrae está muito alinhado com a minha visão, de focar o trabalho nos pequenos negócios, diversificação e vocações local e regional”, argumenta.

O prefeito de Jacarezinho, Marcelo José Bernardelli Palhares, destaca que o prêmio conquistado neste ano é regional e envolve outros 10 municípios que trabalham de forme conjunta, com projetos para o desenvolvimento do norte pioneiro. “O Sebrae tem sido um grande parceiro, fortalecendo essas ações”, pontua.

Palhares lembra que, até pouco tempo atrás, o norte pioneiro do Paraná era conhecido como “ramal da fome”, pois sofreu sérias consequências com a geada que dizimou as lavouras de café, monocultura que dominava a economia no passado. Hoje, a região se desenvolve em diversas frentes, como polo educacional, de inovação e tecnologia e por meio de diversas culturas do agronegócio.

“O prêmio Prefeito Empreendedor colocou um holofote sobre o norte pioneiro e nos mostrou que estamos no caminho certo. As pessoas querem saber o que estamos fazendo aqui, empresas passaram a demonstrar interesse em se instalarem na região. Isso atraiu novos negócios e motivou as nossas equipes, que já trabalham na criação de novos projetos”, conta.

Para o prefeito de Siqueira Campos e presidente da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi), Luiz Henrique Germano, esses anos de trabalho devolveram a autonomia da região, que antes era dependente de grandes centros. “O trabalho focado em tecnologia e inovação atrai os jovens e nos ajuda a reter esses talentos. A evasão era uma grande preocupação”, sinaliza.

Segundo Germano, por meio da Amunorpi, os municípios buscam por recursos e informações com o objetivo de fortalecer a região. Cada cidade trabalha com sua vocação, mas também contribui com o desenvolvimento regional.

Compartilhe
Ficou com alguma dúvida ou tem sugestões? Entre em contato pelo [email protected] ou fale com a ASN em cada UF
Aviso de Cookies

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.